Livro ‘Contos para garotos que sonham em mudar o mundo’ por G. L. Marvel

Livro 'Contos para garotos que sonham em mudar o mundo' por G. L. Marvel
50 histórias inspiradoras de super-heróis de carne e osso
O que Albert Einstein, Beethoven, Ayrton Senna, Leonardo da Vinci e Martin Luther King tinham em comum? Todos foram jovens que não sabiam o que o futuro lhes reservava – assim como é para muitos de nós. Mas esses jovens cresceram e se tornaram verdadeiros modelos, inspirando crianças do mundo todo. Contos para garotos que sonham em mudar o mundo apresenta de forma divertida as histórias de 50 super-heróis de carne e osso para todos que querem fazer diferença no mundo sem precisar de capa e espada. Com Alan Turing, Alberto Santos Dumont, Antoine de Saint-Exupéry, Bill Gates, Charles Darwin, Dalai Lama, Harvey Milk, Isaac Newton, Jacques-Yves Cousteau, John Lennon, Julio Verne...
edição: 1ª (20 de outubro de 2018) Outro Planeta
isbn: 9788542214581
idioma: Português
formato: 16,4 x 23,6 x 1,5
páginas: 160
ano de edição: 2018
edição: 1ª

Melhor preço cotado ⬇️

Leia trecho do livro

SUMÁRIO

Prólogo

Alan Turing
Reino Unido, 23 de junho de 1912 – 7 de junho de 1954
O menino que quase foi expulso da escola por ser considerado inútil, inventou o computador moderno e salvou milhões de vidas.

Albert Einstein
Alemanha, 14 de março de 1879 – 18 de abril de 1955
O menino que era tão ruim com as palavras que acabou se tornando um dos homens mais importantes da história dos números.

Albert Espinosa
Espanha, 5 de novembro de 1973
O menino que perdeu uma perna e ganhou milhões de corações contando sua história.

Alberto Santos Duniont
Brasil, 20 de julho de 1873 – 23 de julho de 1932
O menino que tinha o coração no céu e se tornou o primeiro aviador do mundo.

Andre Agassi
Estados Unidos, 29 de abril de 1970
O menino que rebatia duas mil e quinhentas bolas por dia e se tornou o melhor tenista do mundo.

Antoine de Saint-Exupéry
França, 29 de junho de 1900 – 31 de julho de 1944
O menino que passava a vida nas nuvens e criou o extraterrestre mais querido da história.

Ayrton Senna
Brasil, 21 de março de 1960 – 12 de maio de 1994
O menino que entrou em um kart aos quatro anos e nunca mais parou, até ser o melhor da história.

Barack Obama
Estados Unidos, 4 de agosto de 1961
O menino que sempre lutou por igualdade e justiça e se tornou o primeiro presidente negro dos Estados Unidos.

Bill Gates
Estados Unidos, 28 de outubro de 1955
O menino que se tornou o homem mais rico do mundo e abandonou tudo para ajudar a humanidade.

Bobby Fischer
Estados Unidos, 9 de março de 1943 – 17 de janeiro de 2008
O menino abandonado que se concentrou no xadrez e se tornou querido no mundo inteiro.

Charles Darwin
Reino Unido, 12 de fevereiro de 1809 – 19 de abril de 1882
O menino que ia ser padre e acabou enfrentando a Igreja ao descobrir de onde realmente vem o ser humano.

Che Guevara
Argentina, 14 de junho de 1928 – 9 de outubro de 1967
O menino que passou a infância na cama e acabou lutando por justiça nas selvas de uni continente inteiro.

Chico Mendes
Brasil, 15 de dezembro de 1944 – 22 de dezembro de 1988
O menino que só aprendeu a ler aos vinte e quatro anos, mas conseguiu fazer com que o mundo inteiro descobrisse a ecologia.

Dalai Lama
Tibete, 6 de julho de 1935
O menino que ensinou a paz a milhões de pessoas no mundo todo, mas que não tem permissão para voltar para casa.

Haile Gebrselassie
Etiópia, 18 de abril de 1973
O menino que corria de casa para a escola e se tornou o melhor maratonista de toda a história.

Harry Houdini
Hungria, 24 de março de 1874 – 31 de outubro de 1926
O menino que escapou da morte milhares de vezes e se tornou o mágico mais famoso do mundo.

Harvey Milk
Estados Unidos, 22 de maio de 1930 – 27 de novembro de 1978
O menino que teve que esconder que era gay e mais tarde se tomou o maior defensor da causa.

Iqbal Masih
Paquistão, 1983 – 16 de abril de 1995
O menino acorrentado a um tear que acabou libertando mais de três mil escravos.

Isaac Newton
Reino Unido, 4 de janeiro de 1643 – 31 de março de 1727
O menino tão pequeno que cabia em uma jarra de um litro e que mudou a ciência para sempre.

Jacques-Yves Cousteau
França, 11 de junho de 1910 – 25 de junho de 1997
O menino que sonhava em ser aviador e acabou descobrindo o mundo submarino.

Jamie Oliver
Reino Unido, 27 de maio de 1975
O menino que cortava verduras no restaurante de seus pais e acabou cozinhando para milhões e milhões de pessoas.

John Lennon
Reino Unido, 9 de outubro de 1940 – 8 de dezembro de 1980
O menino que venceu sua raiva interior e se tomou cantor da paz.

Júlio Verne
França, 8 de fevereiro de 1828 – 24 de março de 1905
O menino que teve que prometer ao pai que nunca viajaria e levou milhões de leitores ao centro da Terra e à Lua.

Kelvin Doe
Serra Leoa, 26 de outubro de 1996
O menino que cria as maiores inovações com o material que encontra no lixo.

Kílian Jornet
Espanha, 27 de outubro de 1987
O menino baixinho que subiu no topo do mundo mais rápido do que qualquer outra pessoa. Duas vezes.

Leonardo da Vinci
Itália, 15 de abril de 1452 – 2 de maio de 1519
O menino que teve que aprender tudo sozinho e se tornou o maior gênio da história.

Lill Elbe
Dinamarca, 28 de dezembro de 1882 – 13 de setembro de 1931
A menina que nasceu em um corpo que não era dela.

Lionel Messi
Argentina, 24 de junho de 1987
O menino que não conseguia crescer, mas que chegou a ser um dos melhores jogadores de futebol da história.

Louis Braille
França, 4 de janeiro de 1809 – 6 de janeiro de 1852
O menino que inventou uma linguagem para cegos porque queria escrever para sua família.

Ludwig van Beethoven
Alemanha, 17 de dezembro de 1770 – 26 de março de 1827
O menino que foi obrigado a tocar piano e acabou se tornando o melhor compositor da história.

Machado de Assis
Brasil, 21 de junho de 1839 – 29 de setembro de 1908
O menino que quase não frequentou a escola, mas se tornou um dos melhores escritores do mundo.

Mahatma Gandhi
Índia, 2 de outubro de 1869 – 30 de janeiro de 1948
O menino que não se atrevia a falar em público e acabou libertando seu país inteiro.

Martin Luther King
Estados Unidos, 15 de janeiro de 1929 – 4 de abril de 1968
O menino que viveu a violência dentro de casa e mudou o mundo defendendo a paz.

Massoud Hassani
Afeganistão, 1983
O menino que inventou um modo de salvar milhões de vidas com seus brinquedos.

Nelson Mandela
África do Sul, 18 de julho de 1918 – 5 de dezembro de 2013
O menino que, mesmo passando quase trinta anos na prisão, conseguiu lutar contra o racismo na África do Sul.

Nikola Tesla
Croácia, 10 de julho de 1856 – 7 de janeiro de 1943
O menino que tinha visões de suas invenções e que revolucionou a ciência repetidas vezes.

Oskar Schindler
República Tcheca, 28 de abril de 1908 – 9 de outubro de 1974
O menino nazista que arriscou a vida para salvar os judeus e se tornou um herói de Israel.

Paul Poiret
França, 20 de abril de 1879 – 30 de abril de 1944
O menino que costurava roupas para bonecas e acabou revolucionando a moda de seu tempo.

Primo Levi
Itália, 31 de julho de 1919 – 11 de abril de 1987
O menino que sobreviveu ao maior horror para contá-lo como ninguém.

Roald Aintmdsen
Noruega, 16 de julho de 1872 -18 de junho de 1928
O menino que se atreveu a desafiar os maiores perigos do mundo, mas não a própria mãe.

Rudolf Nureyev
Rússia, 17 de março de 1938 – 6 de janeiro de 1993
O menino que nasceu dentro de um trem e fugiu de seu país para ser o melhor bailarino do mundo.

Sebastião Salgado
Brasil, 8 de fevereiro de 1944
O menino que se dedicou a mostrar a natureza para salvá-la.

Shigeru Ban
Japão, 5 de agosto de 1957
O menino que fazia casinhas de madeira e hoje salva vidas fazendo casas de papel.

Stephen Hawking
Reino Unido, 8 de janeiro de 1942 -14 de março de 2018
O menino que conquistou o universo sentado em uma cadeira de rodas.

Steve Irwin
Austrália, 22 de fevereiro de 1962 – 4 de setembro de 2006
O menino que ganhou uma serpente e se tornou um dos mais famosos defensores da natureza.

Steven Spielberg
Estados Unidos, 18 de dezembro de 1946
O menino que fazia filmes caseiros com seus brinquedos e se tornou o diretor mais bem-sucedido de Hollywood.

Usais Bolt
Jamaica, 21 de agosto de 1986
O menino que tinha uma perna mais curta que a outra e que conseguiu bater todos os recordes de velocidade.

Vicente Ferrer
Espanha, 9 de abril de 1920 – 19 de junho de 2009
O menino que não esperava que os milagres caíssem do céu e ajudou dois milhões de indianos a sair da miséria.

William Shakespeare
Reino Unido, 26 de abril de 1564 – 23 de abril de 1616
O menino que sonhava em viver do teatro e se tornou o melhor dramaturgo da história.

Wolfgang Amadeus Mozart
Áustria, 27 de janeiro de 1756 – 5 de dezembro de 1791
O menino que tocava piano com os olhos vendados e se tomou o melhor compositor de todos os tempos.

Minha biografia

Meus sonhos

Lições inspiradoras

Livro 'Contos para garotos que sonham em mudar o mundo' por G. L. Marvel

PRÓLOGO

E POR QUE EU NÃO SERIA O NOVO EINSTEIN?

Desde o início do mundo existem grandes criadores e inovadores. E sorte deles, porque são esses sonhadores que o fazem avançar. Sem ele, o mundo continuaria exatamente igual ao início dos tempos!

Uns gênios inspiraram outros: Beethoven foi Beethoven para ser como Mozart; Che Guevara sonhava em viver aventuras como as de seu admirado Júlio Verne; Martin Luther King queria realizar o mesmo que seu herói Mahatma Gandhi…

(E isso só entre os cinquenta que aparecem neste livro: a esmagadora maioria dos gênios da história se inspirou em gênios anteriores, que, por sua vez, se inspiraram em outros gênios que os antecederam.)

***

Uns nasceram ricos; outros, muito pobres.

Uns tiveram que lutar sem descanso por suas ideias; para outros foi multo mais fácil.

Uns foram reconhecidos e aplaudidos em vida; outros foram incompreendidos até bem depois de sua morte.

Mas todos são verdadeiros super-heróis. Gente que tomou o mundo um lugar muito melhor.

Gente que queria, que precisava se expressar. Fossem ou não aceitos pelo público, não podiam deixar de fazê-lo.

Gente que demonstrou que a criatividade não serve só para a arte; é possível inovar e criar beleza em qualquer área.

***


Os personagens deste livro não têm quase nada em comum: não são necessariamente bonitos ou espertos, não têm o mesmo caráter ou a mesma personalidade, nem fazem as mesmas coisas; às vezes nem têm noção da importância de seus atos.

Eles só têm uma coisa em comum: uma força de vontade sem fim, que lhes permitiu agir sem questionar: “Isso é possível ou impossível?”, e simplesmente arregaçar as mangas.

Sabiam reconhecer suas qualidades e aproveitá-las ao máximo, sem se deixar deter por suas deficiências físicas nem pelas circunstâncias.

E trabalharam sem parar. Porque o único jeito de se superar é com a prática. Sem deixar para outro dia, sem desistir e sem esperar que tudo desse certo em cinco minutos. Como dizem, “se você trabalha com o que gosta, não é trabalho”.

Ah… e eles aprenderam com quem sabe mais. Se você tiver interesse em um assunto, pergunte, leia, escute. Informe-se. Ë bem provável que outras pessoas já tenham estudado sobre ele. E um bom lugar para começar é a biblioteca mais próxima.

***

Então, você pode ser um gênio como Usain Bolt ou Steven Spielberg? Não é pedir demais?

Nós adoraríamos que este livro fizesse você pensar: “E por que não?”.

Pense assim: quando era pequeno, Jacques Cousteau não tinha a menor ídeía de que seria mundialmente famoso, nem de que dedicaria sua vida à exploração do mar.

Durante a infância de Bill Gates, ninguém olhava para ele e pensava: “Esse menino um dia vai ser a pessoa mais rica do mundo”.

Pense que retiramos os cinquenta personagens que você vai ver neste livro de uma lista de mais de quinhentos! Há material para escrever um monte de livros. Muitos homens e mulheres se tomaram super-heróis de carne e osso. Em todos os momentos da história, o mundo esteve cheio de gênios.

E também não é preciso ser gênio! Muitos de nós nos conformamos e somos perfeitamente felizes fazendo o que sabemos bem, aproveitando nosso talento e ajudando com pequenas mudanças sem nenhuma necessidade de entrar para a história.

***

Se esses cinquenta personagens inspirarem você a lutar para fazer com que suas ideias se tomem realidade, se este livro ajudar você a ir atrás de seus sonhos, a seguir sua vocação ou a entender que suas ideias podem ser tão válidas e inovadoras quanto as de Eínstein ou Messí… estaremos mais que satisfeitos.

Lembre-se: tudo é um sonho antes de se tomar realidade.

Por que não pode ser o seu sonho?

“O impossível existe até que alguém duvide dele e prove o contrário.”
Albert Einstein

ALAN TURING

O menino que quase foi expulso da escola por ser considerado inútil, inventou o computador moderno e salvou milhões de vidas.

Reino Unido, 23 de junho de 1912 – 7 de junho de 1954

Alan nunca foi o menino “normal” que seus pais tanto desejavam. O que menos lhe interessava no mundo era ser normal e se encaixar em um padrão.

Estava tão entusiasmado para ir à escola que, no primeiro dia de aula, vendo que havia uma greve de transportes, decidiu percorrer de bicicleta os cem quilômetros até lá. Mas a escola não gostou de Alan. Ele só se interessava por Matemática e, por incrível que pareça, quase foi expulso por isso: “Se vai ser só um técnico, está perdendo tempo aqui”.

Mas logo ele se tornou muito mais do que isso. Na Segunda Guerra Mundial, os alemães tinham um sistema chamado Enigma, para comunicação cifrada. Alan foi o único que conseguiu decifrá-lo e, para isso, teve que inventar uma máquina especial: o primeiro computador moderno.

Calcula-se que, graças a ele, a guerra durou dois anos a menos e catorze milhões de vidas foram salvas. Seu trabalho foi tão importante que uma parte dele permaneceu altamente secreta até 2012!

Ele também é o pai da inteligência artificial. Sua definição é usada até hoje: o que uma máquina “pensa» é indistinguível do que uma pessoa pensa.

Apesar de tudo, ele quase acabou na prisão por algo que (mais uma vez, por incrível que pareça) na época era crime na Inglaterra: ele não gostava de mulheres, mas sim de homens.

Atualmente, ele é considerado um dos grandes gênios do século XX no mundo inteiro. O governo inglês pediu perdão publicamente pelo modo como o trataram. E, diante de todas as dificuldades que ele teve que enfrentar na vida, alguém pode culpá-lo por se interessar mais por números do que por pessoas?

Livro 'Contos para garotos que sonham em mudar o mundo' por G. L. Marvel

Marcações: ,