Livro ‘O poder de realização da Cabala’ por Ian Mecler

Livro 'O poder de realização da Cabala' por Ian Mecler
A Cabala é um método milenar de origem judaica que ajuda a decifrar os mistérios do universo. Seu aprendizado pode influenciar de maneira prática o dia a dia e trazer alegria e realização plena para nossas vidas. Ian Mecler, estudioso do tema, explica como trazer os ensinamentos da Cabala para as decisões do dia a dia. O livro inclui três apêndices que complementam o conteúdo: Astrologia cabalística, Numerologia e Os 72 nomes de Deus. Ian Mecler é o principal autor nacional de Cabala e se dedica há muitos anos ao estudo de uma força original responsável pelo movimento do universo. É autor de obras de sucesso, entre as quais...
Editora: Record (31 março 2016) 
Edição: 2ª
ISBN: 9788581030937
Formato: 12 x 18
Páginas: 160

Melhor preço cotado ⬇️

Leia trecho do livro

PREFÁCIO À NOVA EDIÇÃO

Quando lancei O poder de realização da Cabala, em 2006, jamais poderia imaginar o impacto que este livro traria, em especial às pessoas interessadas no autoaprimoramento espiritual. Lembro que na época nenhuma editora aceitava o livro, e diante de tantas negativas, foi necessária uma força extra para seguir adiante com o projeto.

Até que a editora Mauad se interessou pela ideia, e quando lançamos o livro decidimos fazer 3.000 exemplares, ainda que um pouco receosos de não haver público suficiente para ele. Então veio a surpresa: em apenas 3 meses era necessário imprimir mais 3.000 exemplares. Após 6 meses, mais 3.000. E assim por diante.

Perdi a conta do número de e-mails que recebi de pessoas que diziam ter suas vidas transformadas pelo conteúdo e pela prática do livro. E não há nada que motive mais do que este retorno dos leitores. Movido por esse incentivo, comecei a publicar novos livros.

O fato é que, de forma inesperada, como são as melhores coisas em nossa vida, sem expectativas, o livro acabou se tornando uma referência em Cabala no Brasil e em outros lugares do mundo também, onde ele começa agora a chegar.

Alguns anos se passaram e a editora Record, que hoje é para mim como uma família, pediu-me para fazer também este livro, o que prontamente aceitei. E assim planejamos um relançamento, com nova capa, novas atualizações e que hoje é realidade.

Enfim, vamos ao nosso livro. Que ele traga enorme Luz para a sua vida, agora!

Ian Mecler, 28 de Fevereiro de 2014

MOTIVAÇÃO

Enquanto vivemos estamos sempre fazendo escolhas. A principal delas é a maneira pela qual encaramos a vida. Escolheremos ser como um número, como mais um boi em uma imensa boiada? Ou escolheremos viver uma jornada única e especial?

Este livro vem falar desta segunda possibilidade. Podemos ampliar nossos sonhos e, mais ainda, podemos concretizá-los. Estamos vivos para nos realizar integralmente, em todos os aspectos de nossa vida, e também para conhecer os grandes mistérios da existência.

Os ensinamentos contidos nestas páginas precisam ser experimentados. Leve-os para a prática e tenha certeza de que muita coisa em sua vida irá mudar. Há um novo nível de consciência disponível, e, ao receber e compartilhar estes ensinamentos, despertaremos muitas pessoas para uma nova possibilidade de se viver.

INTRODUÇÃO

Existe uma sabedoria de milhares de anos, que explica grandes mistérios do universo. Que responde às nossas perguntas mais profundas, tais como: Quem somos nós? Por que nascemos e morremos? Qual o propósito de nossa existência?

Esta sabedoria revela um sistema para vivermos de maneira muito mais plena e com muito menos insatisfações.

Ela ficou oculta por milhares de anos, restrita a um reduzido número de sábios. No entanto, foram preservados textos fundamentais, que descreveram com muita precisão o momento em que vivemos hoje. E apontam para este mesmo momento o início da difusão deste incrível acervo de conhecimento.

O nome desta sabedoria é CABALA.

Uma vez que ela existe, surge então uma pergunta primordial: Como é que todo este aprendizado pode influenciar de maneira prática o nosso dia a dia e trazer realização e alegria para nossas vidas?

É esta resposta que obteremos no decorrer desta leitura. No entanto, saiba que este é um texto prático. Os ensinamentos aqui contidos precisam ser experimentados. Não é necessário que você “acredite” em nada do que está escrito. Você precisa experimentar e verificar por si mesmo o quão impactante é esta sabedoria.

Parte 1

Livro "O PODER DE REALIZAÇAO DA CABALA" PDF de Ian Mecler - A Cabala é um método milenar de origem judaica que ajuda a decifrar os mistérios do universo. Seu aprendizado pode influenciar de maneira prática o dia a dia e trazer alegria e realização plena para nossas vidas. Ian Mecler, estudioso do tema... Baixar PDF, Frases de Ian Mecler, Download, Resumos Análises e Criticas...

O Desejo é a nossa essência, o que nos move e nos mantém vivos. Existem muitos tipos de desejos: desejo de amar, de ser amado, de viver com conforto, de saúde, de segurança e de liberdade. Todos eles têm em comum a busca da plenitude.

O QUE ABRANGE ESTA SABEDORIA

A sabedoria da cabala é fundamentada em três livros sagrados que contêm todos os segredos dos mistérios do universo, e que uma vez compreendidos, nos direcionam à realização de uma vida muito significativa. São eles:

  • a Torá – O antigo testamento da bíblia, também denominada “Os cinco livros de Moisés”, o mais codificado de todos os textos;
  • o Zohar – que antecipou em muitos séculos importantes descobertas da ciência;
  • o Sefer Ietsirá – um pequeno pergaminho repleto de fórmulas sobre o funcionamento do universo, considerado também o mais antigo livro de astrologia da humanidade.

Esta sabedoria denominada cabala envolve absolutamente tudo. Primeiramente ela exige de nós uma nova postura em relação à vida, pois, como diziam os antigos mestres, experimentar as poderosas meditações cabalísticas sem um compromisso ético é o mesmo que voar sem asas. É necessário, portanto, que façamos uma escolha. Se a profunda realização pessoal é uma prioridade, precisamos nos dedicar a ela.

E as ferramentas disponíveis para que possamos estar sempre lembrando de nós mesmos são muitas. Fendas no tempo, rituais, meditações, conexões diárias, enfim, tudo para que os dias não passem repetidos, uns iguais aos outros. Precisamos lembrar que todo dia pode ser um marco, uma oportunidade de começarmos uma nova etapa em nossas vidas.

O que descobriremos de agora em diante será como transformar toda uma série de ensinamentos milenares em um guia prático para nossa realização pessoal e coletiva.

O MUNDO DOS 10% × O MUNDO DOS 100%

Segundo os antigos cabalistas existe uma substância primordial e infinita, denominada LUZ, que é a origem e satisfação de todos os nossos desejos. O desejo de receber esta luz é a nossa essência e o que nos mantém vivos.

Mas se temos disponível uma infinita fonte de luz e nossa essência é o desejo de receber luz, haveria uma explicação para o fato de tantas pessoas passarem a vida repletas de escuridão e sombra?

Existe uma explicação, já que pelo longo caminho extrafísico pelo qual a luz se propaga, desde sua emanação até chegar aqui em nós, existem dez diferentes cortinas. O mundo físico, dos dez por cento aparentes, no qual vivemos, se encontra após a décima cortina e é, portanto, de onde se tem menor visão da totalidade. Por ficar delimitado por uma cortina passamos a achar que ele é tudo que existe.

Quando surgem os obstáculos em nossa vida, normalmente os enxergamos apenas pela ótica mais aparente. Desta forma estamos vendo apenas a ponta de todo o processo. E fica muito difícil resolver um problema enxergando, no máximo, um décimo de sua totalidade. Surgem então aqueles inúmeros problemas sem solução:

  • Minha crise financeira não tem mais saída.
  • Minha vida não tem um propósito.
  • Sou pouco reconhecido em tudo que faço.
  • Nunca tive sucesso em minha vida afetiva.
  • Estou sempre com uma doença diferente.

Todos estes impasses, situações aparentemente sem solução a que assistimos com frequência em nosso cotidiano, são visões fragmentadas da realidade, de quem enxerga apenas o mundo dos dez por cento.

Quando passamos a enxergar o mundo dos cem por cento, nossa visão se amplia em dez vezes e passamos a identificar um tesouro em cada obstáculo com que nos deparamos. Algo essencial para o nosso crescimento, pois vendo além do puramente aparente é possível entender uma dinâmica muito mais profunda relacionada a tudo aquilo que se apresenta em nosso caminho.

Afinal, quantas coisas já não nos aconteceram, que aparentemente julgávamos como ruins e depois acabamos gratificados pelo engrandecimento que nos proporcionaram?

A ILUSÃO DO MUNDO FÍSICO APARENTE

Vamos experimentar um breve exercício? Coloque em um pedaço de papel as quatro principais coisas que você deseja da vida.

Colocou?

Pois então, é muito provável que nenhum dos itens anotados seja um desejo material. Provavelmente você escreveu palavras como felicidade, prosperidade, saúde, segurança, amor, paz de espírito ou liberdade.

A importante revelação por trás deste exercício é que tudo aquilo que mais desejamos na vida não são as coisas materiais. Por que então dedicar toda uma vida a algo que não é prioritário?

A cabala nos mostra que tudo aquilo que acontece no mundo físico tem origem no mundo espiritual. Por isso, não conseguimos resolver nossos problemas utilizando somente os recursos aparentes do mundo físico.

Este mundo físico em que habitamos funciona apenas como um reflexo, um espelho do mundo espiritual e você não conseguirá modificar sua imagem modificando o espelho.

O trabalho de autoconhecimento começa, portanto, na percepção daquilo que os antigos cabalistas chamam de força propulsora do universo: o desejo.

O DESEJO

O Desejo é a nossa essência, o que nos move e nos mantém vivos. Existem muitos tipos de desejos: desejo de amar, de ser amado, de viver com conforto, de saúde, de segurança e de liberdade. E todos eles têm em comum a busca ininterrupta da plenitude.

Todos nós já tivemos momentos de plenitude, e uma vez alcançada não mais nos esquecemos dela. Diferentemente do prazer, que por maior que seja é temporário e muitas vezes vem seguido de frustração, a plenitude nos recarrega e nos move em direção à luz.

Nosso desejo primordial, aquilo que nos mantém vivos, é o desejo de receber. Diferentemente de caminhos que apontam para a necessidade de se viver apenas para compartilhar, o cabalista não considera o desejo de receber nenhum impeditivo para a felicidade. Até porque você precisa ter algo para compartilhar, não é mesmo? Caso contrário você vai compartilhar apenas suas carências, e imagine o que uma pessoa repleta de dúvidas e insatisfações vai compartilhar com os outros?

A grande questão é: no que resultará este desejo de receber? Existem apenas dois desdobramentos para este desejo:

  • O desejo de receber para compartilhar – este é o propósito final para tudo que desejamos receber. O que traz equilíbrio e saúde para todos os aspectos de nossa existência.
  • O desejo de receber só para si – imagine um equipamento de som. O equipamento recebe energia elétrica da tomada e gera som, que sai por suas caixas. O que irá acontecer se ele continuar a receber carga elétrica e não transformá-la em som? Certamente entrará em curto-circuito. Quando desejamos receber só para nós mesmos, mas não queremos compartilhar o que recebemos, também entramos em curto-circuito e passamos a não receber mais nada.

Veja então que existe uma grande diferença entre estes dois tipos de desejo: o de receber para compartilhar e o de receber só para si. No primeiro você comprou um carro novo e quer desfrutar de seu uso com a família e com os amigos. No segundo você comprou o carro novo mas não consegue desfrutá-lo nem um pouco, já que seu vizinho comprou um da mesma marca, mas um modelo acima. Em outras palavras, ninguém mais pode ser tão bom quanto você.

O homem mais rico do mundo atualmente aplica muito claramente o conceito de receber para compartilhar em seus negócios. Recebe bilhões de dólares anualmente e com este dinheiro gera milhares de empregos além de fazer substanciais donativos. E sua empresa prossegue crescendo.

Mas é claro que você pode argumentar que conhece uma pessoa muito avarenta, que quer absolutamente tudo só para si, e ainda assim continua enriquecendo. Bem, pode ter certeza de que em outros aspectos da vida dela há um enorme movimento de falência. Provavelmente há uma grande desestruturação em sua área afetiva, na relação com os filhos, ou em sua saúde física e mental. Esta pessoa está sempre carregando uma grande sombra em volta dela. O desejo de receber só para si é realmente uma doença. Algo que só coloca nossa vida para baixo e por isto temos que combatê-lo a qualquer custo. Pessoas com muito desejo de receber só para si podem às vezes ser ricas, bonitas, famosas, mas estão sempre infelizes, doentes, isoladas.

Sabe aquele ótimo aluno, que está sempre comparando suas notas com as dos colegas, torcendo para que a dele seja a melhor, pode até continuar sendo um ótimo aluno, mas se isola gradativamente. Assim como o gerente que vive subestimando seus subordinados de forma a parecer que foi ele quem fez tudo, um dia acaba desempregado ou doente.

A cabala nos ensina, portanto, que o único propósito para tudo o que recebemos é o de compartilhar. E é exatamente no equilíbrio destas duas energias primordiais, desejo de Receber e desejo de Compartilhar, que vamos reencontrar a plenitude que tanto procuramos.

O BIG BANG DA CRIAÇÃO

O Zohar, manual de vida essencial do cabalista, descreve que antes de tudo existir havia somente uma substância primordial denominada Luz. Ela preenchia tudo, de forma que ainda não havia os conceitos de espaço e tempo. E tudo que esta luz preenchia era conhecido como Receptor.

Este receptor recebia a luz do mundo infinito e também todas as suas características, como um filho que herda as características genéticas de seus pais. Assim como nós recebemos do sol o seu calor e sua energia vital, este receptor herdou a principal característica do emanador: o desejo de compartilhar.

Mas com quem o receptor poderia compartilhar? O receptor não desejava mais receber esta luz de forma passiva. Precisava obter a luz por seu próprio mérito. Assim como o menino que recebeu tudo de seus pais em sua infância, mas que agora está crescido e precisa realizar-se através de seu próprio esforço.

Então, há bilhões de anos o receptor produziu uma resistência ao recebimento desta luz. A luz foi se condensando continuamente, em um movimento de contração, denominado Tsim-Tsum, até se tornar um único ponto e irromper numa enorme explosão. Foram criadas então as estrelas, os planetas e toda a matéria do universo, fragmentada nos reinos mineral, vegetal e animal.

O Zohar descreveu todo este processo com incrível precisão há dois mil anos, quando os cientistas não sabiam nem ao menos que a terra era redonda. Mas o mais importante nesta revelação do Zohar não era antecipar qualquer futura descoberta científica, e sim revelar o propósito desta fragmentação, que foi o desejo do receptor de também compartilhar. Por isso o desejo de receber só para si é tão perigoso, pois ele vai contra o nosso propósito original.

NOSSA NATUREZA RECEPTORA

O Zohar descreve que a percepção de nossa natureza receptora é a base de todo o trabalho cabalístico. Normalmente rezamos para Deus pedindo proteção, e que “ele” atenda aos nossos inúmeros desejos. Mas será que é assim mesmo que funciona?

Na verdade, tudo que precisamos nesta vida já foi emanado. O eterno já emanou e continua emanando absolutamente tudo que existe no mundo físico. A grande questão é o que nós escolhemos receber.

Por exemplo, ao sintonizar um rádio você pode escolher uma estação de música clássica, uma estação de rock, ou mesmo uma faixa de ruído. Assim acontece com os eventos de nossa vida. Somos responsáveis pelo que nos acontece, pois somos nós que sintonizamos o que iremos receber. O problema é que raramente esta sintonia é feita de maneira consciente.

Mas o fato é que esta consciência de sintonia é transformadora. E se aplica a todo e qualquer exemplo. Você saiu de carro e alguém lhe deu uma tremenda fechada. Aí você teve uma discussão séria com aquele sujeito e dali seu dia acabou. O que você tem a ver com isso? Absolutamente tudo. As primeiras perguntas que podem ser feitas são:

  • Por que ele fechou você e não um outro carro qualquer?
  • De que adiantou toda aquela discussão, depois do fato já estar consumado?

Por isso precisamos trabalhar nosso receptor e abrir espaço para receber toda a luz que está disponível para nós. E uma das maneiras mais eficientes de configurar o nosso receptor é a prática da meditação.

É na percepção de que você é quem sintoniza todo e qualquer acontecimento em sua vida que se encontra o início de uma grande revolução pessoal e a libertação de um estado de escravidão.

COMEÇANDO A MEDITAR

Milhares de pessoas em todo o mundo vêm experimentando os resultados das meditações cabalísticas e existem depoimentos realmente impressionantes sobre os efeitos obtidos a partir da contemplação de letras sagradas.

O trabalho do Dr. Artur Spokojny, cardiologista, diretor assistente do Catherization Center no New York Hospital, é mundialmente reconhecido. Ele já obteve incríveis resultados usando a meditação cabalística com seus pacientes. Ele explica:

“Em minha opinião, o corpo humano é como um computador. Assim como qualquer computador, ele requer um sistema operacional para funcionar adequadamente. Quando um computador se torna corrompido, você tem que reinstalar o sistema operacional. Algumas vezes você aplica um programa antivírus para limpar o sistema. O mesmo princípio está ocorrendo aqui. Escanear e meditar sobre as letras hebraicas é como fazer um download e reinstalar um novo sistema operacional no corpo.”

Este é apenas um entre muitos e surpreendentes depoimentos sobre as experiências obtidas através da meditação denominada 72 nomes de Deus. Esta poderosa meditação é derivada do texto bíblico que narra a saída de Moisés e seu povo do Egito, mais precisamente do trecho que narra o milagre da “abertura do mar”.

Marcações: ,