Livro ‘Independência do Brasil: As mulheres que estavam lá’ por Heloisa M. Starling & Antonia Pellegrino

Baixar PDF 'Independência do Brasil: As mulheres que estavam lá' por Heloisa M. Starling & Antonia Pellegrino

O período marcado pelas lutas de Independência do Brasil, entre o fim do século XVIII e as primeiras décadas do XIX, legaram alguns dos episódios mais marcantes de nossa história, desde a Conjuração mineira, movimento ocorrido em 1789, até as revoluções que incendiaram o Nordeste do país a partir de 1817. As narrativas desses momentos heroicos, no entanto, não costumam destacar a atuação das mulheres que, mesmo diante de interdição para participar da vida política, ocuparam a cena pública e tomaram corajosamente parte nesses combates por meio de diferentes estratégias. Seja escrevendo panfletos anticoloniais, conspirando nos bastidores do poder, ou mesmo liderando revoltas e lutando no front, as mulheres desempenharam papéis chave nesse momento decisivo. Sete delas são recuperadas neste livro…

Editora: ‎Bazar do Tempo; 1ª edição (18 agosto 2022); Páginas: ‎224 páginas; ISBN-10: 6584515109; ISBN-13: 978-6584515109; ASIN: B0B9W9FZ2V

Clique na imagem para ler o livro

Biografia do autor: HELOISA M. STARLING é professora titular-livre de História da Universidade Federal de Minas Gerais e coordenadora do Projeto Republica: núcleo de pesquisa, documentação e memória da UFMG. Historiadora e cientista política seu campo principal de pesquisa está voltado tanto para o estudo da história das ideias quanto para a investigação e análise de temas próprios à tradição republicana e ao republicanismo, bem como à história da democracia no Brasil. Publicou, entre outros livros, Brasil, uma biografia (2015), em coautoria com Lília Schwartz; Ser republicano no Brasil Colônia: a história de uma tradição esquecida (2018). Organizou Ação e busca da felicidade. Hannah Arendt (2018); Vozes do Brasil: a linguagem política da Independência (2021), coorganizadora com Marcela Telles Elian de Lima. Entre seus trabalhos mais recentes está o livro Linguagem da destruição: a democracia brasileira em crise (2022), em coautoria com Miguel Lago e Newton Bignotto. ANTONIA PELLEGRINO é formada em Ciências Sociais, com mestrado em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Com vinte anos de experiência como roteirista, já foi premiada pela Academia Brasileira de Letras, Academia do Cinema Brasileira, New York Film Festival e indicada ao Emmy. Tem contos em diversas antologias, entre elas Granta Brasil e Portugal. Em 2014, lançou o livro Cem ideias que deram em nada. Tem textos publicados no caderno Ilustríssima, nas revistas Piauí, Vogue, Trip, 451, entre outras. Foi colunista da revista TPM e do jornal Folha de S.Paulo. Se tornou uma voz ativa no movimento de mulheres graças ao trabalho na plataforma #AgoraÉQueSãoElas. E criadora do podcast Mulheres na Independência, da Globoplay. Socorro Acioli é jornalista e escritora, doutora em Estudos de Literatura pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Coordena a pós-graduação em Escrita e Criação da Universidade de Fortaleza (Unifor). É autora dos livros Oração para desaparecer (2022), Sobre os felizes (2019), A cabeça do santo (2014) – publicado também nos Estados Unidos, Inglaterra e França – e Frei Tito (2001). Virginia Starling é jornalista, escritora e tradutora, formada em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Traduziu, entre outras obras, Ação e a busca da felicidade (2018), de Hannah Arendt. Participou das obras História da música brasileira em 100 fotografias (2021) e A arquidiocese de Belo Horizonte e sua presença pública, social e política (2021). Foi assistente de desenvolvimento do podcast Mulheres na Independência (2022). Patrícia Valim é historiadora e professora do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal da Bahia (Ufba) em cooperação técnica com a Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop). É autora do livro Corporação dos enteados: tensão, contestação e negociação política na Conjuração Baiana de 1798 (2018).

Por: , , , , , , ,