Livro ‘Cartas a Um Jovem Poeta’ por Rainer Maria Rilke

Baixar PDF 'Cartas a Um Jovem Poeta' por Rainer Maria Rilke
Incluindo as cartas que o jovem poeta, Franz X. Kappus, enviou a Rilke
Hoje considerado o livro mais conhecido do poeta Rainer Maria Rilke, Cartas a um jovem poeta reúne as respostas do autor a um aspirante a escritor que buscava seus conselhos. Esse “jovem poeta” era Franz Xaver Kappus, e suas cartas a Rilke permaneciam inéditas no Brasil – até agora. Em 1903, o já famoso escritor Rainer Maria Rilke recebeu uma carta de um jovem aspirante a poeta, Franz Xaver Kappus, que buscava a orientação do “mestre”. Rilke não apenas respondeu aquela carta como seguiu com a troca de correspondências com Kappus por mais cinco anos. Entre 1903 e 1908, portanto, as cartas trocadas entre Rilke e Kappus levaram a uma conversa franca entre mestre e aprendiz, entre dois homens dedicados à arte, à literatura...
Editora: ‎Planeta; 1ª edição (1 agosto 2022)  Páginas: ‎208 páginas  ISBN-10: 6555357924  ISBN-13: 978-6555357929  ASIN: B0B5K2DF6M

Clique na imagem para ler o livro

Biografia do autor: Rainer Maria Rilke nasceu em Praga, no ano de 1875. Considerado um dos maiores escritores de língua alemã da história, Rilke foi bastante prolífico, publicando diversos livros de poesia, como Elegias de Duíno, mas também obras em prosa. Um dos livros mais conhecidos do célebre poeta no Brasil é justamente Cartas a um jovem poeta. A primeira publicação deste que hoje é um clássico da literatura mundial ocorreu por intermédio do também poeta Franz Xaver Kappus em 1929, três anos após a morte de Rilke, em 1926, em decorrência de leucemia. Kappus acreditava que as lições que aprendera com o mestre poderiam ser de grande ajuda a outros aspirantes a poetas, mergulhados nas dúvidas juvenis que em geral assolam aqueles que desejam se dedicar à arte – e a tudo que há de mais belo no mundo. Na edição especial da editora Planeta, pela primeira vez são publicadas no Brasil as cartas de Kappus – o “jovem poeta” – que inspiraram as respostas de Rilke, lidas e relidas ao longo do século XX e desse início do XXI por pessoas do mundo todo. 

Por: ,